Você sabe tudo sobre Banco de Horas

Você sabe tudo sobre Banco de Horas?

Saiba mais sobre esta alternativas de compensação de horas e o quanto ela pode ser viável para as empresas.

Desde que entrou em vigor, em novembro de 2021, a portaria 671, do MTP – Ministério do Trabalho e Previdência, vem trazendo diversas mudanças que impactam diretamente os departamentos de RH das empresas.

Tais mudanças, do ponto de vista trabalhista, vêm sendo extremamente benéficas por facilitar os processos de um dos setores que mais sofrem com excesso de burocracia.

De forma alguma queremos decretar que ela seja um problema, porém, burocracia demais torna o trabalho demorado e oneroso.

Uma importante mudança trazida pela portaria 671 diz respeito aos bancos de horas, que anteriormente deveriam estar previstos nas convenções ou acordos coletivos de trabalho e, desde a homologação da portaria podem ser firmados, por meio de acordo formal, entre empregado e empregador.

O banco de horas é uma das alternativas mais viáveis para as empresas. Ele funciona de uma forma bem simples: quando um funcionário trabalha um período de tempo a mais, ao invés dele receber um valor sobre essa hora extra, ele pode guardar essas horas e utilizar, posteriormente, como uma folga. Ou seja, os colaboradores folgam as horas que trabalharam a mais.

Essas horas ficam acumuladas, individualmente e podem ser utilizadas pelos funcionários, por exemplo, quando chegam atrasados, precisam sair mais cedo ou mesmo se ausentar, sem justificativa. Desta forma, o saldo do banco de horas diminui e pode, inclusive, se tornar negativo.

O processo de controle destas horas pode ser bem complexo, e para isso o gestor de RH pode contar uma plataforma de ponto online para acompanhar a marcação de ponto dos colaboradores e ainda realizar o controle sobre as horas trabalhadas.

O Registro Ponto é um sistema de marcação de ponto eletrônico online, que armazena dados em nuvem e possibilita a gestão à distância, de forma unificada: centralizando todas as informações em uma tela, tornando o processo mais ágil e 100% automatizado.

Com ele, gestores de RH podem acompanhar marcações, realizar ajustes necessários para fechar o espelho de ponto e ficar ciente de sobre sobre o saldo de banco de horas, caso ele seja o método de compensação escolhido pela empresa e tudo isso em tempo real, em um ambiente extremamente seguro.

O Registro Ponto está totalmente adequado à legislação sobre controle de jornada de trabalho, atendendo 100% a portaria 671, de 2021, que substitui as portarias 1510, de 2009 e 373, de 2011, e ainda, respeitando todas as diretrizes de privacidade de dados, LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados, em vigência desde agosto de 2020.

Compartilhe